Avaliação do jambolão (Syzygium cumini) sobre os biomarcadores cardiovasculares e a morfologia dos tecidos hepático e adiposo em camundongos submetidos a uma dieta hiperlipídica.

Nome: Roberta de Oliveira Bernardes
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 17/02/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
ANDRE GUSTAVO VASCONCELOS COSTA Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
ANDRE GUSTAVO VASCONCELOS COSTA Orientador
DANIELA DA SILVA OLIVEIRA Examinador Externo
ERIKA TAKAGI NUNES Examinador Externo
MARIA DAS GRACAS VAZ TOSTES Suplente Externo
NEUZA MARIA BRUNORO COSTA Examinador Interno
POLLYANNA IBRAHIM SILVA Suplente Interno

Resumo: As doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa de mortalidade em todo o mundo. O consumo de alimentos ricos em antioxidantes, como os compostos fenólicos presentes no jambolão (Syzygium cumini), pode ser uma alternativa para reduzir o risco de desenvolvimento de DCV. O objetivo do trabalho foi avaliar a ação do jambolão liofilizado sobre os biomarcadores cardiovasculares e a morfologia do fígado e do tecido adiposo em camundongos Swiss submetidos a uma dieta hiperlipídica. O jambolão foi liofilizado e determinou-se sua composição centesimal, conteúdo de compostos fenólicos e antocianinas e a capacidade antioxidante in vitro. Para o ensaio biológico, foram demandados 43 camundongos que foram submetidos a dieta controle normolipídica (CT, n=22) e dieta hiperlipídica (HF, n=22), durante 8 semanas. Após, por um novo período de 9 semanas, o grupo CT foi dividido e passou a receber dieta CT (n=10) ou dieta CT suplementada com 2% de jambolão liofilizado (CT+J, n=12); o grupo HF passou a receber dieta HF (n=9) ou dieta HF suplementada com 2% de jambolão liofilizado (HF+J, n=12). Ao término do experimento, os animais foram eutanasiados e amostras de sangue foram coletadas para análise de biomarcadores metabólicos e inflamatórios. Ainda, foi coletado o fígado e amostras de tecido adiposo epididimal para análises histológicas. Os resultados foram analisados pelo teste t para avaliar os grupos CT e HF, antes do período de suplementação. A análise de variância Two-way foi realizada para avaliar o efeito da dieta, do fruto e suas interações entre os grupos experimentais (CT, HF, CT+J e HF+J). Os dados foram expressos em média e erro padrão, com nível de significância de 5%. O modelo experimental foi eficiente em conferir maior ganho de peso nos animais que receberam dieta hiperlipídica. A dieta hiperlipídica potencializou o processo inflamatório, promovendo aumento nas concentrações de colesterol total, aumento da gordura epididimal, promoção de esteatose hepática e expressão de biomarcadores inflamatórios como ICAM-1 e ALT. A dieta suplementada com 2% de jambolão liofilizado foi eficiente em minimizar alguns agravos presentes no processo inflamatório e/ou relacionados ao risco cardiovascular, diminuindo as concentrações de e-selectina. Ainda, foi possível observar efeito do jambolão na redução das concentrações de ICAM-1, quando em associação de dieta hiperlipídica. O fruto também apresentou efeito hepatoprotetor, com redução das concentrações de AST e proteção do fígado contra infiltração lipídica e consequente esteatose hepática.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000