Summary: O emprego de processos biotecnológicos permite a produção de um grande número de metabólitos de interesse industrial, como enzimas, as quais podem ser obtidas a partir do aproveitamento de resíduos agroindustriais que podem ser encontrados em abundância no território nacional.
A comercialização de enzimas é crescente nos diversos ramos industriais, sendo usadas em várias áreas, como alimentos, ração, detergente, curtumes, têxteis, lavanderia, produtos farmacêuticos, cosméticos e indústrias de química fina e categorizadas com base em aplicações específicas. Estas aplicações industriais representam mais de 80% do mercado global de enzimas.
O Brasil importou 71,47% das enzimas e exportou 28,53% no período de janeiro a novembro de 2016, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil. Entretanto, o país revela grande potencial para a produção de enzimas devido à enorme geração de resíduos agroindustriais e abundância de matéria orgânica (resíduos agrícolas como palha de arroz, cascas, farelos, bagaços entre outros) que pode ser utilizada como substrato de baixo custo para as fermentações, e ainda, devido à diversidade biológica para a descoberta de novas enzimas de interesse industrial.
Assim, o presente projeto tem por objetivo utilizar resíduos agroindustriais de regiões do Espirito Santo na produção de enzimas.

Starting date: 2018-08-20
Deadline (months): 60

Participants:

Rolesort descending Name
Collaborator * POLLYANNA IBRAHIM SILVA
Collaborator * JUSSARA MOREIRA COELHO
Collaborator * PATRICIA CAMPOS BERNARDES
Coordinator * RAQUEL VIEIRA DE CARVALHO
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000